Pilates para gestantes facilita o parto normal

Os benefícios do Pilates são muitos, todos incontestáveis. Porém, mulheres na fase da gravidez podem ficar receosas de fazer esta atividade, temendo prejudicar seus bebês. Em primeiro lugar, desejamos esclarecer que as futuras mamães podem fazer aulas de Pilates durante a gestação e isto não causará danos ao bebê. As sessões podem começar desde o primeiro trimestre, mas é importante que haja direcionamento dos exercícios para esta fase da mulher, ou seja, recomenda-se participar de aulas próprias de Pilates para gestantes ou contratar um professor especialmente para esta aluna.

Por que fazer Pilates na gestação?

Existem objetivos específicos para as grávidas nas aulas de Pilates. São atividades que fortalecem os músculos abdominais e também os situados na pelve, que normalmente ficam enfraquecidos durante a gestação.

pilates para gestantes

Sessões recomendadas

As aulas de Pilates para gestantes podem ser realizadas uma ou duas vezes por semana, com uma hora de duração cada. Além dos objetivos citados acima, o exercício também contribuirá para:

– melhor suporte do peso da barriga;

– combate ao inchaço;

– facilitar o parto normal;

– diminuir o risco de incontinência urinária.

Além disso, as sessões de Pilates para gestantes contribuirão para:

– fornecer mais oxigenação para o bebê;

– alongar os músculos das costas e pernas, diminuindo o desconforto;

– controlar o peso;

– proporcionar bom condicionamento físico;

– melhorar a respiração e a circulação sanguínea.

As aulas de Pilates durante a gestação também servem para acalmar o bebê, pois a mãe liberará menos cortisol na corrente sanguínea. Este é um hormônio que está em alta durante situações de estresse.

Todas as gestantes podem praticar Pilates?

Como citamos acima, não há contraindicações de Pilates para gestantes. Se mamãe e bebê estiverem saudáveis, a mulher pode comunicar seu obstetra que começará a fazer a atividade em breve.



Obtendo o aval do especialista, basta procurar um profissional de qualidade, especialmente um que trabalhe com gestantes e possa direcionar a ela exercícios próprios.

Quais são estes exercícios?

O profissional responsável pelas aulas de Pilates para gestantes é quem deverá recomendar alguns exercícios para suas alunas. Porém, para você ter noção do que poderá ser trabalhado, seguem algumas possibilidades.

– Elevação da perna reta: deitada de barriga para cima, com uma perna esticada, a gestante elevará a perna reta dez vezes, com os músculos pélvicos contraídos.

– Fortalecimento de glúteos: apoiada nos quatro membros, a gestante levantará uma perna dobrada dez vezes, com os músculos pélvicos contraídos.

– Ponte: deitada de barriga para cima, a mamãe elevará o quadril para cima dez vezes. O exercício também deverá ser feito com os músculos da pelve contraídos.

– Gato arrepiado: novamente em quatro apoios, a aluna de Pilates para gestantes deverá encostar o peito no queixo, ao mesmo tempo em que traz o quadril para frente e estica as costas. São dez repetições, com a mesma contração acima.

– Saudação ao sol: de joelhos, a aluna deverá sentar-se nos calcanhares. Com os braços esticados, incline o corpo para frente até sentir os músculos das costas. O ideal é permanecer nesta posição por vinte segundos antes de retornar calmamente.

Os exercícios acima devem ser feitos com contração pélvica máxima, de forma lenta e precisa. Isto é feito como se a gestante fosse sugar algo com os músculos da vagina.

Lembre-se: não faça aulas de Pilates para gestantes por sua conta. Procure um fisioterapeuta ou profissional de Educação Física.

Também em Dietas vip

Leave a Reply