Gorduras boas e sua importância na alimentação

Muitas pessoas lutam contra o peso e não gostam nem de ouvir a palavra gordura, quanto mais de comer este tipo de alimento. Mas, você sabia que as gorduras boas podem ser nossas aliadas no que se refere à vida saudável? Confira a importância das gorduras na alimentação.

Quanto menos gordura melhor!

Depende do tipo! A gordura pode se tornar um vilão na alimentação, sim, mas você pode equilibrar a ingestão dela e transformá-la em seu aliado! A gordura quando consumida não é transformada em glicose, ou seja, não vira açúcar no seu organismo. Por este motivo, moderadamente, é recomendável trocar um biscoito por uma porção de nozes, por exemplo.

gorduras boas

Benefícios das gorduras boas

Elas são necessárias para a saúde do cérebro, das células, do coração e dos nervos, enfim, para o bom funcionamento de todo o organismo. Mas, não é todo o tipo de gordura que deve ser consumido para este benefício, estamos falando de gorduras boas e não de frituras, ok?

Gorduras saturadas e insaturadas

Esta é a divisão das gorduras e a classificação acontece pelas ligações entre moléculas de carbono.

As gorduras insaturadas são as que chamamos popularmente de boas e têm origem vegetal. Elas são divididas ainda em monoinsaturadas e poliinsaturadas e você encontra este tipo de gordura no azeite, abacate, no peixe e nas oleaginosas (castanhas, nozes, etc.).

Mas, as gorduras saturadas, ou seja, aquelas de origem vegetal, são as que devemos consumir com moderação. Elas são encontradas nas carnes brancas e vermelhas, no leite e seus derivados e nos ovos.

Gorduras boas na absorção de vitaminas

Você já percebeu ao longo do texto a importância das gorduras na alimentação. Mas, os benefícios não param por aí. Elas auxiliam na absorção de vitaminas lipossolúveis: A, D, E e K.

Gorduras boas e a prevenção de doenças

O consumo regular de gorduras boas está relacionado também com a prevenção de doenças. Uma alimentação com gorduras insaturadas gera menos chance de ter colesterol ruim e doenças cardiovasculares. Mas, obviamente, quando consumidas em excesso, elas podem trazer complicações como: ganho de peso, aumento do colesterol e de doenças do coração.

Gorduras boas e o controle de temperatura

A importância das gorduras também está relacionada com o isolamento térmico. Ela mantém nosso corpo protegido do frio, de modo que possa trabalhar normalmente mesmo com temperaturas mais baixas.

Gorduras boas e o funcionamento do intestino

Você sabia que as gorduras colaboram com o fluxo intestinal? Elas empurram o alimento para o intestino e lubrificam as paredes do órgão, tornando a eliminação mais eficaz. Com poucas gorduras na alimentação, a digestão fica mais trabalhosa. Se a ingestão for excessiva, a pessoa pode ter diarreia. O ideal é manter o consumo adequado.

Como fazer frituras!

Você pode consumir frituras com moderação, desde que elas sejam preparadas em azeite em fogo médio, com temperatura de no máximo 160°. Não utilize margarina ou creme vegetal, são produtos com pouca água na composição e podem espirrar gordura em você.

O óleo de soja também é uma boa opção para as frituras e tem uma boa concentração de gorduras boas, com ômega 3.

Qual a quantidade recomendada de gorduras boas?

O ideal é que em torno de 25% a 30% da ingestão total de calorias diária seja na forma de gorduras.

Também em Dietas vip

Leave a Reply